MEIO AMBIENTE - Boletim de balneabilidade: três praias de Fortaleza estão impróprias para o banho ~ Portal do Helvécio Martins

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

MEIO AMBIENTE - Boletim de balneabilidade: três praias de Fortaleza estão impróprias para o banho

A praia localizada entre o espigão da avenida Desembargador Moreira e a Volta da Jurema, na zona centro da orla de Fortaleza, está imprópria para o banho de mar. É o que informa o boletim semanal de balneabilidade, que voltou a ser emitido, nesta sexta-feira (11), pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). Também estão impróprios os trechos compreendidos entre a avenida Doutor Theberge e a rua Francisco Calaça, na zona oeste.

Trinta e um trechos de praias foram analisados pela Semace para a divulgação do boletim “de transição”. Os trechos condenados apresentaram proporção superior a 2.500 coliformes termotolerantes por 100 ml da amostra de água examinada. A proporção considerada alta dispensa a observação do resultado das análises de cinco semanas seguidas.

“Outras praias podem vir a ser consideradas impróprias, ao final da série de cinco coletas semanais, se apresentarem, em pelo menos duas semanas, índices acima do aceitável pela Resolução 274 (http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=272) do Conama, que regulamenta o exame de balneabilidade”, explicou o gerente de Análise e Monitoramento da Semace, Gustavo Gurgel.

De acordo com o gerente, os trechos da orla da zona leste, que inclui toda a Praia do Futuro, apresentaram condição “favorável”, mas ainda não podem ser anunciadas como próprias para o banho. “Terão de esperar a série de cinco exames”, completou Gurgel. Veja o boletim semanal completo aqui. 

Boletim de transição

A Semace seguirá emitindo o boletim de transição, até que se completem as cinco semanas necessárias à análise da série. Até lá, serão informadas apenas as praias impróprias indicadas pelo critério de exceder a proporção de 2.500 coliformes termotolerantes por 100 ml de amostra. Depois do boletim definitivo, a autarquia voltará a analisar também a balneabilidade das praias localizadas fora de Fortaleza.

Volta do boletim de balneabilidade

A coleta de amostras de água voltou a ser realizada, neste mês de setembro, quando a frequência de banhistas ficou próxima à de antes da pandemia. O serviço foi suspenso no dia 17 de março, por causa da decretação do isolamento social. Os técnicos da Semace passaram a realizar a coleta com equipamentos de proteção individual contra o coronavírus. Os carros e utensílios estão sendo desinfetados.

GEC/PHM

0 comentários:

Postar um comentário