CEARA É NOTA MÁXIMA 10: Ceará lidera ranking de transparência de contratos emergenciais na pandemia pela 2ª vez consecutiva ~ Portal do Helvécio Martins

terça-feira, 1 de setembro de 2020

CEARA É NOTA MÁXIMA 10: Ceará lidera ranking de transparência de contratos emergenciais na pandemia pela 2ª vez consecutiva

Governador Camilo Santana é o entrevistado desta quinta-feira, 5, do  programa Debates Grandes Nomes | Fortaleza - Últimas Notícias de Fortaleza  | O POVO Online

Pela segunda vez consecutiva, o Ceará foi o estado que obteve nota máxima em transparência nos contratos emergenciais feitos durante a pandemia de Covid-19, segundo o ranking divulgado nesta terça-feira (1º) pela Transparência Internacional Brasil. Alagoas, Espírito Santo e Rondônia também dividem a primeira colocação. 

Fortaleza, entre as capitais do Brasil, também obteve "ótima" colocação, como aponta o ranking. A capital cearense aparece com nota 96, em quarto lugar em transparência, embora outras oito cidades também apareçam à frente, algumas delas empatadas.

"O resultado do ranking reflete o compromisso que a equipe da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE) tem com o cidadão, de tornar a consulta dos recursos aplicados na pandemia cada vez mais simples, clara e acessível. Este resultado é o êxito desse trabalho", destaca o secretário de Estado Chefe da CGE, Aloísio Carvalho.

A Transparência Internacional Brasil avaliou, entre os dias 24 e 31 de agosto, os portais de 26 governos estaduais, do Distrito Federal, das capitais e do governo federal. O objetivo, conforme o ranking, foi verificar se os portais institucionais traziam informações sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil. O ranking qualifica os estados com pontuação de 0 a 100, em que os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima.

A avaliação da Transparência Internacional Brasil também acompanhou doações, programas de estímulo econômico e medidas de proteção social.

"O Estado do Ceará mais uma vez atingiu nota máxima, cumprindo os 46 critérios avaliados na metodologia. Um dos pontos a serem destacados nessa rodada de avaliação foi o aumento no grau de transparência exigido, para levar mais informações à sociedade acerca de todas as contratações feitas durante o período de pandemia", ressaltou o secretário executivo da CGE, Marconi Lemos.

Segundo o secretário, foram avaliados itens como doações recebidas, programas de estímulo econômico, e medidas de proteção social. Todos os dados sobre a pandemia são disponibilizados nas plataformas Ceará Transparente e Integrasus.

Em julho deste ano, o Ceará já havia obtido nota máxima em transparência, empatando em primeiro lugar com Espírito Santo e Rondônia, outras duas unidades da federação que obtiveram nota 100 no ranking.



0 comentários:

Postar um comentário