CORONAVÍRUS (COVID-19) Capital avança para fase 4 do plano de retomada da economia, com restrições; 5 cidades permanecem em isolamento rígido ~ Portal do Helvécio Martins

sexta-feira, 17 de julho de 2020

CORONAVÍRUS (COVID-19) Capital avança para fase 4 do plano de retomada da economia, com restrições; 5 cidades permanecem em isolamento rígido

Cinco atividades que estavam previstas para a fase 4 não poderão retornar neste momento em Fortaleza. Contudo, o governador informou que já na segunda-feira (20) equipes do Estado e da Prefeitura vão iniciar reuniões para definir prazos e protocolos para a volta
Após encerrar mais uma reunião com o Comitê Científico que avalia e define as medidas adotadas nos decretos estaduais relativos à pandemia, o governador Camilo Santana, ao lado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou nesta sexta-feira (17) as novas diretrizes sobre as etapas do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais nas macrorregiões de saúde cearenses, que valerão a partir da próxima segunda-feira (20). Pelos indicadores apresentados nesta semana, a Capital e as macrorregiões de Fortaleza e Norte avançam mais uma fase.
“Diante dos números, os municípios da macrorregião de Fortaleza passam para a fase 3 e a Capital para a fase 4. A Macrorregião Norte, por seus indicadores continuarem em queda, passa para a fase 1”, comunicou Camilo. Em Fortaleza, algumas atividades continuarão sem autorização para funcionamento. São elas: escolas e universidades para aulas presenciais; academias; cinemas; bares e eventos. O governador disse que, a partir da próxima segunda-feira (20), equipes do Estado e da Prefeitura vão iniciar reuniões para definir prazos e protocolos para a volta desses setores.
“Há uma preocupação muito grande do Comitê (Científico) para que não haja retrocesso como a gente tem acompanhado em vários estados e em outros países que abriram determinados setores da economia e tiveram que fechar novamente. Nós não queremos que aconteça isso no Ceará. Vamos continuar com as nossas reuniões para que essas atividades possam já estabelecer prazos e protocolos para a sua retomada”, comentou o chefe do Executivo estadual sobre a reabertura desses segmentos.
Para o prefeito Roberto Cláudio, esse cuidado na tomada de decisões durante a pandemia tem sido responsável pelo que estamos vivenciando na Capital. “É importante registrar que as decisões tomadas seguem normas e orientações das autoridades sanitárias. Fortaleza parte para a quarta fase, o que vai representar um maior número de atividades sendo abertas, mais empregos sendo gerados, e tudo isso sendo feito de forma planejada, programada. A gente já segue para a nona semana de abertura e tem continuado seguindo a tendência da queda de óbitos. Isso só está sendo possível graças ao isolamento feito anteriormente e pela conduta responsável e bastante precavida das autoridades sanitárias”, enalteceu o gestor municipal.

Interior

Diferentemente das áreas autorizadas a avançar no Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais, os municípios das macrorregiões de saúde do Litoral Leste/Jaguaribe e do Cariri permanecerão nas fases atuais por conta dos indicadores recentes, explica o governador. “Estamos tratando de forma regionalizada e a preocupação hoje é bem maior no interior do Estado, principalmente na macrorregião Sul, que vai continuar na fase de transição, mantendo Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Brejo Santo e Iguatu em isolamento rígido. As regiões do Litoral Leste/Jaguaribe e Sertão Central, por uma questão de precaução por conta de um leve aumento (de casos) nesta semana, vão permanecer por orientação do Comitê na fase 1”, informou.
Com esse panorama, Camilo Santana destacou que o Governo do Ceará continua com a ampliação do atendimento da população no Interior. “Hoje mesmo recebemos mais uma carga de equipamentos e insumos”, avisou. O governador finalizou repetindo as orientações para que a população respeite o isolamento social, use máscara e sempre que puder lave as mãos.
Governo do Ceara

0 comentários:

Postar um comentário