Portal de Notícias do Helvécio Martins

Direto da Fonte com Notícias Políticas

Portal de Notícias do Helvécio Martins

Direto da Fonte com Notícias e com muitas informações policiais

Portal de Notícias do Helvécio Martins

Direto da Fonte com as Notícias dos Esporte Nacional e Internacioal

Portal de Notícias do Helvécio Martins

Direto da Fonte com Notícias do Brasil e do Mundo

Portal de Notícias do Helvécio Martins

Direto da Fonte com Notícias Religiosas pra você ficar bem informado

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Polícia prende 11 suspeitos de crimes sexuais contra crianças e adolescentes em Fortaleza

Suspeitos com idades entre 24 e 78 anos foram detidos na última sexta-feira em nove bairros da capital cearense


A Polícia Civil prendeu, na última sexta-feira (17), 11 pessoas em nove bairros de Fortaleza por envolvimento em crimes sexuais, como exploração e estupro de vulnerável, praticados contra cranças e adolescentes. Os detalhes da operação foram divulgados na tarde desta segunda-feira (20), na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil, na Capital.
Segundo a polícia, os suspeitos presos têm idades entre 24 e 78 anos e tinham, ao todo 11 mandados em aberto, sendo quatro de prisão preventiva e sete por senteça condenatória. 
As prisões dos nove homens e das duas mulheres aconteceram nos bairros Conjunto Prefeito José Walter, Aerolândia, Álvaro Weyne, Genibaú, João XXIII, Parreão, Pici, Rodolfo Teófilo e Vila Velha e teve a participação de 22 policiais civis, entre delegados, escrivães e inspetores.
Campanha combate abuso
No mesmo dia em que as prisões foram realizadas, a Polícia Civil do Estado do Ceará lançou uma campanha intitulada "Abuso sexual não é brincadeira" e traz um guia explicativo informando sobre como proceder em casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
Para a delegada Aline Moreira, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente (Dceca), o material serve como um guia explicativo voltado para os adultos. "Tem algumas dicas de como iniciar a conversa, como abordar, como explicar o que é a violência sexual. Ele traz também alguns dos principais sinais de violência, explicou.
Aline alertou para os cuidados que se deve ter quando o adulto recebe a primeira informação da vítima. "Por muitas vezes por falta de conhecimento, acaba expondo a vítima ao divulgar o caso em redes sociais. "O adulto deve ter o conhecimento que está ali para proteger a crança. Em muitas vezes, ele prejudica a vítima quando a expõe, divulga o caso em redes sociais ou conta algo pela rua. Isso piora ainda mais a violência sofrida. Esse guia vai orientar tanto os profissionais quanto o adulto que recebe a notícia", frisou.
 

JA? Se ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá de parar de "fazer drama", diz Janaina

A deputada se disse contra as manifestações de apoio ao presidente e defendeu que os adversários do governo sejam enfrentados com argumentos


A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), conhecida por ter sido uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, publicou uma série de mensagens no Twitter na qual afirma ser contra as manifestações que estão sendo convocadas para apoiar o presidente Jair Bolsonaro no dia 26 de maio. Para ela, se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá de parar de "fazer drama" para trabalhar.                                     "Pelo amor de Deus, parem as convocações! Essas pessoas precisam de um choque de realidade. Não tem sentido quem está com o poder convocar manifestações! Raciocinem! Eu só peço o básico! Reflitam!", escreveu. "Àqueles que amam o Brasil, eu rogo: não se permitam usar! Não me calei diante dos crimes da esquerda, não me calarei diante da irresponsabilidade da direita", afirmou também.                                 Janaina conta na rede social que tem recebido muitos pedidos para gravar vídeos e áudios colaborando com as convocações. Por isso, decidiu se posicionar no Twitter para explicar por que não vai ajudar. "O presidente foi eleito para governar nas regras democráticas, nos termos da Constituição Federal. Propositalmente, ele está confundindo discussões democráticas com toma-lá-dá-cá", escreve. A parlamentar diz também que não tem cabimento deputados eleitos legitimamente (aliados de Bolsonaro) fugirem das dificuldades de convencer os colegas (pela aprovação de medidas no Congresso) e ficarem instigando o povo a gerar o caos.  "Estão causando um terrorismo onde não há! As pessoas estão apavoradas, escrevendo que nosso presidente está correndo risco. Ele não é amado pela esquerda, pelos formadores de opinião? É verdade", ela afirma. "Mas quem o está colocando em risco é ele, os filhos dele e alguns assessores que o cercam. Acordem! Dia 26 se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá que parar de fazer drama para trabalhar", acrescenta.                     Janaina defende que os adversários do governo sejam enfrentados com argumentos. "Há tempos, não temos um Ministério tão bom! Profissionais de ponta, nas pastas adequadas, orientados por boa teoria, bons valores, com experiência prática. E o Presidente gerando o caos?", questiona.                                              Poucos minutos depois dos tuítes publicados pela deputada, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente escreveu em sua conta no Twitter que não há nada mais democrático do que uma manifestação ordeira que cobre dos representantes a mesma postura de seus representados. "Estaremos de olho para divulgar os resultados e a conduta dos parlamentares nas pautas que interessam ao Brasil", disse o deputado, em referência à reforma administrativa, à reforma da Previdência e ao pacote anticrime.                                                     DN 

FATALIDADE: Após passar mal na parada, idoso é socorrido por motorista de ônibus e morre dentro do coletivo

Um idoso, identificado como José Iran, 71 anos, morreu dentro do coletivo de linha 200 - Antônio Bezerra/ Centro, na manhã desta segunda-feira (20), após ser socorrido pelo motorista do ônibus. Ele estava passando mal em um ponto no Centro de Fortaleza quando o condutor percebeu e o socorreu, de acordo com um passageiro entrou no veículo depois da ocorrência. 
José Iran chegou a ser atendido pela equipe Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em frente à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), na avenida Bezerra de Menezes, mas não resistiu e morreu durante o atendimento. O caso ocorreu por volta das 6h20min.
A vítima sofreu uma parada cardiorrespiratória. Segundo os socorristas que atenderam o idoso, a causa da morte só poderá ser conhecida após o processo de necrópsia do corpo. 
Conforme passageiro do ônibus, a ação do motorista durante o socorrofoi “corajosa” e merece “respeito”. O homem, que preferiu não se identificar, conta ainda que um fiscal da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), repreendeu o motorista por ter socorrido a vítima.
A Etufor afirmou que a informação não procede e ressaltou que o desvio de rota para prestar socorro à usuários do transporte coletivo é previsto por lei.


Quatro cearenses estão em processo para virarem santos no Vaticano

Em caso mais avançado, a 'Heroína da castidade' Benigna foi considerada serva de Deus pela Igreja Católica. A notícia do reconhecimento de um segundo milagre atribuído à baiana Irmã Dulce e sua futura proclamação como santa animou os fiéis cearenses. Isso porque há quatro processos de beatificação de pessoas nascidas no estado em curso. O processo mais avançado é o da jovem Benigna Cardoso da Silva, de Santana do Cariri, que teve sua causa aprovada na Comissão dos Teólogos da Congregação para as Causas dos Santos, em Roma, em outubro do ano passado. "Heroína da castidade", como é aclamada, Benigna foi brutalmente assassinada aos 13 anos, em 1941, a golpes de faca por um adolescente que a assediava, depois que recusou ter relações sexuais com ele. Para a população, "ela deu a vida para não cometer pecado". A diocese de Crato abriu o processo para sua beatificação em 2011. Dois anos depois, ele foi aceito, e a jovem foi nomeada "serva de Deus" pela Igreja Católica, em 2013. "É claro que a expectativa é grande. Agora, depende do calendário da Congregação. Evidentemente que deve obedecer a todo um protocolo, mas penso que não haverá muita dificuldade, pois é um caso de martírio. Esperamos que aconteça logo. Agora, só depende de Roma", explica o bispo Dom Gilberto Pastana.


No caso de Benigna, o Vaticano analisou depoimentos de pessoas que viveram entre as décadas de 1940 a 1980, relatando graças alcançadas e sobre a consciência popular do martírio da menina. Agora, resta aos bispos discutirem sua beatificação. O resultado deve sair em até um ano. Mas, pelo menos em Santana do Cariri, ela já é aclamada como santa pelos fiéis. Todo ano ocorre a romaria em homenagem à santa popular, realizada dia 24 de outubro, data em que foi morta, e reúne cerca de 30 mil pessoas.
"Essas notícias nos empolgam a saber que, em breve, teremos Benigna como a primeira beata do estado do Ceará. Se obtiver parecer favorável, isso nos anima bastante", afirma o pesquisador Ypsilon Félix, morador de Santana do Cariri.

Joaquim Arnóbio, padre José e Expedito Lopes

O Vaticano também recebeu em 2018 a causa de beatificação do monsenhor Joaquim Arnóbio de Andrade, fundador da Congregação das Missionárias Reparadoras do Coração de Jesus. Nascido em Massapé, o religioso foi símbolo da fé católica em Sobral até morrer, na capital cearense, em 1985.
Em dezembro de 2018, a Igreja autorizou a transferência de competência da Arquidiocese de Fortaleza para a Diocese de Sobral. Já no dia 23 do último mês, foi oficializado como "servo de Deus".
"A grande vocação do monsenhor era o serviço missionário. Segundo os relatos, era uma pessoa muito virtuosa", reforça o professor e advogado José Luís Lira, vice-postulador da causa do monsenhor Arnóbio.
A Diocese de Guarabira, na Paraíba, conduz o processo de beatificação do padre José Antônio Maria Ibiapina, nascido em Sobral em 5 de agosto de 1806. O sacerdote, já nomeado "servo de Deus", ficou conhecido por sua vida missionária, na qual conduziu as construções de casas de caridade, igrejas, cemitérios, barragens e reservatórios pelo sertão nordestino.
A fase diocesana da causa já foi concluída. Durante 10 dias, representantes do Vaticano ouviram testemunhas e coletaram documentos que foram anexados ao processo que se encontra na Santa Sé.
Outro cearense que postula o título de "beato" é dom Expedito Lopes, que também nasceu em Sobral, em 8 de julho de 1914.
O argumento do martírio é o eixo principal da sua postulação, iniciada pela Diocese de Garanhuns. Mais de 50 testemunhas participaram do processo. A morte foi em virtude de dom Expedito ter suspendido, por tempo indeterminado, as atividades religiosas do padre Hosaná, por supostos envolvimentos em casos amorosos. Após sua morte, o bispo foi aclamado como santo. O processo foi reaberto em 2003.

Caso padre Cícero

Romarias em celebração a padre Cícero reúnem centenas de milhares de fiéis em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará — Foto: Ueslei Marcelino/ReutersRomarias em celebração a padre Cícero reúnem centenas de milhares de fiéis em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
r devotado por milhares de pessoas e ser considerado santo popular pelos fiéis, ainda não foi iniciado um processo de beatificação de padre Cícero. Ele havia sido excomungado pela Igreja Católica antes de morrer.
Padre Cícero morreu sem conciliação com a igreja católico após o caso conhecido como "milagre da hóstia", no final do século XX. Segundo a crença popular, a hóstia dada por padre Cícero virou sangue na boca de uma beata. Segundo o bispo dom Joaquim, o "santo popular", interpretou de forma equivocada a teologia e Bíblia. Por conta dos "equívocos", ele foi afastado da igreja católica, afirma o bispo.
Desde 2015, ocorre o processo de reconciliação de padre Cícero Romão Batista com a Igreja Católica, o que alimenta a esperança dos fiéis de vê-lo um dia santo canônico.

G1



No caso de Benigna, o Vaticano analisou depoimentos de pessoas que viveram entre as décadas de 1940 a 1980, relatando graças alcançadas e sobre a consciência popular do martírio da menina. Agora, resta aos bispos discutirem sua beatificação. O resultado deve sair em até um ano. Mas, pelo menos em Santana do Cariri, ela já é aclamada como santa pelos fiéis. Todo ano ocorre a romaria em homenagem à santa popular, realizada dia 24 de outubro, data em que foi morta, e reúne cerca de 30 mil pessoas.
"Essas notícias nos empolgam a saber que, em breve, teremos Benigna como a primeira beata do estado do Ceará. Se obtiver parecer favorável, isso nos anima bastante", afirma o pesquisador Ypsilon Félix, morador de Santana do Cariri.

Joaquim Arnóbio, padre José e Expedito Lopes

O Vaticano também recebeu em 2018 a causa de beatificação do monsenhor Joaquim Arnóbio de Andrade, fundador da Congregação das Missionárias Reparadoras do Coração de Jesus. Nascido em Massapé, o religioso foi símbolo da fé católica em Sobral até morrer, na capital cearense, em 1985.
Em dezembro de 2018, a Igreja autorizou a transferência de competência da Arquidiocese de Fortaleza para a Diocese de Sobral. Já no dia 23 do último mês, foi oficializado como "servo de Deus".
"A grande vocação do monsenhor era o serviço missionário. Segundo os relatos, era uma pessoa muito virtuosa", reforça o professor e advogado José Luís Lira, vice-postulador da causa do monsenhor Arnóbio.
A Diocese de Guarabira, na Paraíba, conduz o processo de beatificação do padre José Antônio Maria Ibiapina, nascido em Sobral em 5 de agosto de 1806. O sacerdote, já nomeado "servo de Deus", ficou conhecido por sua vida missionária, na qual conduziu as construções de casas de caridade, igrejas, cemitérios, barragens e reservatórios pelo sertão nordestino.
A fase diocesana da causa já foi concluída. Durante 10 dias, representantes do Vaticano ouviram testemunhas e coletaram documentos que foram anexados ao processo que se encontra na Santa Sé.
Outro cearense que postula o título de "beato" é dom Expedito Lopes, que também nasceu em Sobral, em 8 de julho de 1914.
O argumento do martírio é o eixo principal da sua postulação, iniciada pela Diocese de Garanhuns. Mais de 50 testemunhas participaram do processo. A morte foi em virtude de dom Expedito ter suspendido, por tempo indeterminado, as atividades religiosas do padre Hosaná, por supostos envolvimentos em casos amorosos. Após sua morte, o bispo foi aclamado como santo. O processo foi reaberto em 2003.

Caso padre Cícero


LAZER: Governo do Ceará inaugura Praça Mais Infância em Maranguape

A população de Maranguape, na Grande Fortaleza, receberá nesta segunda-feira (20) a Praça Mais Infância, ação que faz parte do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Santana. O governador Camilo Santana, a primeira-dama Onélia Santana e a secretária da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França, participam da inauguração do equipamento.
A Praça Mais Infância tem uma área total de 3.099,84 m², composta por quadra poliesportiva, playground, academia ao ar livre, espiribol, bicicletário, área para picnic e pergolado e ainda bloco de apoio com banheiros acessíveis, fraldário, administração e depósito. O equipamento foi construído por meio do Programa de Apoio às Reformas Sociais (Proares III) com o investimento total de quase R$ 1 milhão, sendo financiado pelo Governo do Ceará, através do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do município. A Prefeitura também cede o terreno para a construção da praça, como contrapartida.
Além de Maranguape, Amontada, Acaraú, Pentecoste, São Benedito e Viçosa do Ceará, mais 26 municípios receberão a Praça Mais Infância: Acopiara, Aquiraz, Boa Viagem, Camocim, Canindé, Cascavel, Caucaia, Crateús, Crato, Fortaleza, Granja, Icapuí, Icó, Iguatu, Itapipoca, Itarema, Juazeiro do Norte, Mauriti, Maracanaú, Pacatuba, Quixadá, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tauá, Tianguá e Trairi.

Serviço

Inauguração da Praça Mais Infância de Maranguape
Data: 20/05/2019
Horário: 17 horas
Local: Rua Pedro Silva com Rua Campo do Cruzeiro, s/n, Centro, Maranguape