Ads 468x60px

quinta-feira, 9 de março de 2017

AIUABA: Marido de Vereadora é assassinado com vários tiros em Fortaleza. Em 06 meses 03 crimes numa mesma família

Uma onda de crimes vem acontecendo a vários meses em Aiuaba, deixando famílias de luto e a população apavorada pela a falta de segurança no Município. A última vítima foi o marido da Vereadora da Câmara Municipal de Aiuaba, Jucely Alves Arrais(Cely Arraes), PDT, assassinada no último dia 21 de fevereiro, quando cerca de 7 a 9 homens fortemente armados invadiu sua casa na Vila de Bom Nome, sofreu um atentado a bala, na tarde de ontem, no bairro Bela Vista, em Fortaleza, e morreu no Instituto Dr. José Frota. Conforme familiares da vítima, Francisco Alves de Souza, conhecido como ‘Josa’, foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o relato de testemunhas do caso à Policia Militar, alguns homens desceram de um Toyota Corolla, de cor preta, e dispararam várias vezes contra ‘Josa’, que estava sentado na calçada de uma casa reunido com alguns parentes, na Rua Rio Grande do Sul. Um irmão dele  Milton Souza, teria sido ferido de raspão. 

Josa’ é irmão de José Valmir de Sousa, que era vereador de Aiuaba e foi executado, em setembro de 2016, durante um comício, na Vila de São Nicolau. Nenhuma das duas execuções dos parlamentares foram esclarecidas até o momento. 

Três mortos de uma só familia

Em 24 de setembro de 2016. em um comício na Vila de São Nicolau, foi morto a tiros o Vereador Valmir Souza, conhecido por Valmir do Bom Nome. No dia 21 de fevereiro de 2017, 06 meses depois foi assassinada na Vila de Bom Nome, a Vereadora Jucely Alves Arrais(Cely Arrais), cunhada de Valmir do Bom Nome. Já na tarde dessa quarta-feira, 08 de março, em Fortaleza, o comerciante e agropecuarista Josa Sousa, esposo da vereadora Cely Arrais, irmão de Valmir do Bom Nome, foi morto com vários tiros. Os três crimes com características de pistolagem

A Vereadora Cely Arraes(PDT), teve tambem seu pai e dois irmãos mortos por pistolagem em Pio IX no Piaui. Antes de ser assassinada um irmão de Cely, identificado por Julieudi Arrais, foi morto em Janeiro de 2017, também por pistoleiros em Pio IX. Ele era proprietário de Clube e promovente de festas naquele Município do Piaui.

Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário