Ads 468x60px

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

BPMA apreende cerca de 500 litros de gasolina comercializada ilegalmente



Aproximadamente 500 litros de gasolina foram aprendidos pela Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE), por meio de policiais do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA). O combustível seria vendido de forma ilegal, na cidade de Acopiara – Área Integrada de Segurança 16 (AIS 16) do Estado –, onde essa e outras duas ações policiais foram realizadas, nessa quarta-feira (22), e quatro espingardas e pássaros silvestres também foram apreendidos.


As centenas de litros de gasolina foram encontradas em um estabelecimento comercial localizado no sítio Pedra Branca, no distrito de Santa Felícia, zona rural da cidade. O combustível estava distribuído em vasilhames prontos para venda. No local, os policiais ainda apreenderam uma espingarda calibre 32. O proprietário do imóvel, identificado como Antônio Alves Freitas (56), foi preso em flagrante e autuado por posse ilegal de arma de fogo e por crime contra a ordem econômica, pelo comércio ilegal da gasolina.


Outras duas espingardas, ambas cal. 36, foram localizadas em uma residência ainda no distrito de Santa Felícia. O proprietário da casa, Gilvan Pereira de Sousa, foi preso em flagrante. Pássaros da fauna silvestre, dez cartuchos cal. 36 e acessórios para recarga, como espoleta, pólvora e chumbo, também foram apreendidos no local. O homem foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e restrito e por manter animal silvestre em cativeiro.



A quarta espingarda, cal. 32, juntamente com um cano de espingarda cal. 20, 18 cartuchos de cal. 20 e 32, além de materiais para recarga, foram apreendidos em outro imóvel situado no sítio Umari, ainda na zona rural.  Todos os procedimentos policiais foram realizados na Delegacia Municipal de Acopiara, onde um Boletim de Ocorrência foi feito pela apreensão destes últimos materiais e inquéritos foram instaurados pelas prisões em flagrante.  



Portal do Helvecio

O nível da ocupação caiu para 53,7% no trimestre até janeiro, ante 55,5% no mesmo período do ano passado e 53,9% no trimestre anterior, encerrado em ou
RenQuanto à renda, o rendimento médio real habitualmente recebido em todos os trabalhos foi de R$ 2,056 no trimestre encerrado em janeiro, 0,4% maior que no mesmo período em 2016 (R$ 2.047), e 0,8% maior que no trimestre até outubro (R$ 2.040).


A massa de rendimento real habitualmente recebida pelas pessoas ocupadas em todos os trabalhos (R$ 180,2 bilhões) foi ligeiramente maior que os R$ 179 bilhões do trimestre em outubro, e R$ 2 bilhões menor que os R$ 182,2 bilhões do mesmo período do ano passado.


(Robson Sales | Valor)



0 comentários:

Postar um comentário