Ads 468x60px

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Prefeito Roberto Cláudio anuncia pacote de ações para atenção primária da Capital

Centrais de medicamentos nos terminais, ouvidorias nos postos e seleção para gestores da área estão entre as novidades

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, durante visita ao Posto de Saúde Pompeu Vasconcelos, no Barroso, pacote de melhorias para a saúde de Fortaleza. As ações buscam aprimorar o serviço da atenção primária, responsável pela prevenção de doenças, promoção da saúde e organização do processo de assistência da rede.


“Na saúde primária, vamos implementar três mudanças para o primeiro ano. A primeira será uma nova seleção pública, com a obrigatoriedade de um curso de capacitação para todos os gestores escolhidos. A segunda, uma ouvidoria, até julho deste ano, uma em cada unidade básica de saúde para o paciente avaliar o atendimento e se comunicar com a gente. A terceira, mais importante e prioritária, é ajustar, até julho, o estoque de medicamentos, integrando com a central, além de inovar na assistência farmacêutica, criando centrais de medicamentos descentralizadas, uma em cada terminal, para dar apoio as farmácias e aos postos”, afirmou.



Presente no local, Joana Maciel, secretária da Saúde, declarou que as ações vêm somar aos diversos avanços conquistados pela gestão Roberto Cláudio, enfatizando que os trabalhos seguem reforçados para a melhor integração da atenção primária com a secundária, conclusão dos problemas de abastecimento de medicamentos, que serão prioridade nesta nova gestão. Sobre o processo seletivo para novos gestores da saúde, disse que “até o mês de fevereiro, mandaremos o edital, e a nossa expectativa é selecionarmos coordenadores de postos de saúde das seis Regionais e dos diretores executivos dos nossos hospitais. A grande novidade nesse processo seletivo é que o profissional selecionado, para gerir a unidade, obrigatoriamente fará uma especialização em gestão e treinamento em serviços, para que possamos dar o melhor resultado à nossa população.



As ações possibilitarão, a partir de julho, a regularização da demanda dos 84 medicamentos básicos obrigatórios da rede de postos de saúde, além de melhorias no controle de serviços prestados, resolução de problemas e de atendimentos, uma vez que fortalezenses contarão com uma equipe preparada, retorno efetivo das demandas e maior comodidade, por meio dos novos centros de medicamentos.



A rede de saúde primária do Município vem passando por grandes melhorias, desde a ampliação no quadro de equipamentos físicos, com o aumento em 19 novos postos, reformas e ampliações das unidades básicas de saúde existentes e contratação de profissionais da área para melhor atender a população.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário