Ads 468x60px

sábado, 21 de janeiro de 2017

CLASSICO REI: Ceara e Fortaleza fazem jogo sem motivação



Um Clássico-Rei precoce. Assim se pode definir o duelo entre Fortaleza e Ceará deste domingo, às 18h15 no Castelão, válido já pela 3ª rodada do Campeonato Cearense. Isso mesmo, o maior clássico do futebol alencarino será disputado com menos de 10 dias de competição, ou seja, com as duas equipes ainda longe da melhor forma física e técnica após poucos minutos jogados. O Vovô entrou em campo apenas uma vez - no dia 18 vencendo o Maranguape - e o Leão, duas - empatando com o Ferroviário e vencendo o Guarani de Juazeiro.

Nos últimos dez anos, as duas torcidas se acostumaram a ver o Clássico-Rei como atração mais adiante no Campeonato, em jogos válidos apenas na 2ª Fase, como em 2015 e 2016, ou em rodadas na 1ª Fase mais avançadas, como em 2007 e 2012 (jogo na 8ª rodada), ou em 2008/2009/2010 (7ª rodada), sempre disputadas no fim de fevereiro.

Apenas em 2005, o jogo foi disputado em um período semelhante, no dia 23 de janeiro, mas já válido pela na 5º rodada, com as equipes empatando em 1 a 1 no Castelão.

"Os tabus fazem parte das histórias dos clubes, mas os grupos mudam. Hoje é outro grupo no Ceará. Tudo pode ser diferente. Esperamos que seja, que a gente quebre esse tabu e nos dê uma condição melhor na tabela", declaro o meia Felipe Menezes.

No Leão do Pici, o técnico Hemerson Maria vai promover a estreia do centroavante Lúcio Flávio, que não participou dos dois jogos anteriores, pois ainda não estava regularizado.
"Nesse período de pré-temporada é bom a gente fazer muitos treinamentos para melhorar a parte física, mas eu já estava ansioso para poder estrear", disse Lúcio Flávio.

Portal do Helvecio



0 comentários:

Postar um comentário