Ads 468x60px

sábado, 10 de dezembro de 2016

Polícia Civil frustra planos de homicídio e roubo e desarticula associação criminosa na AIS 3

Um homicídio e um assalto foram impedidos de se concretizar graças a uma rápida ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio de policiais do 15º Distrito Policial. Os planos de roubo e morte foram articulados por um grupo envolvido com o tráfico de drogas na região do Caça e Pesca – Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza. Os agentes de segurança agiram rápido, desarticularam a associação criminosa e frustraram o intento deles. Além disso, durante a ação policial, efetuada nessa quinta-feira (08), oito quilos de drogas foram apreendidos e uma pistola pertencente à Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi recuperada.

Os policiais iniciaram as diligências após receberem informações sobre o comércio de drogas que era realizado em uma residência que fica na Travessa Regina Cavalcante, bairro Caça e Pesca. Além disso, os investigadores foram informados de que os suspeitos estavam reunidos no local e se preparavam para cometer um roubo. Então, no endereço indicado, os agentes de segurança interceptaram cinco pessoas e, lá, encontraram algumas munições. Três dos suspeitos estavam dentro do imóvel e os demais do lado de fora.

Os capturados foram os irmãos Francisco Marlio Bezerra de Oliveira (18), o “Motor”, e Francisco Wellington Bezerra de Oliveira (26), o “Sula”, o primo deles, João Batista Amaral Bezerra Filho (34) – os três não têm antecedentes criminais, Carlos Cezar da Silva (37), conhecido como “Veinho”, que responde por dano, crime contra a propriedade imaterial e por homicídio na cidade de Russas – sua terra natal – e um adolescente de 17 anos. Nos celulares dos suspeitos, foram encontradas conversas sobre um homicídio que seria cometido nesta sexta (09) , bem como um assalto que estava marcado para ocorrer na cidade de Orós, AIS 16 do Ceará. 

“Veinho” é apontado como chefe do bando, responsável por comandar o tráfico de drogas nas áreas do Vicente Pizon e Caça e Pesca, além de ser investigado por envolvimento em homicídios. Os policiais prosseguiram com as diligências e chegaram a um apartamento alugado por ele, localizado na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro. No imóvel, os investigadores encontraram oito quilos de drogas entre maconha, crack e cocaína, cinco bala clavas, mais munições, a pistola pertencente à PRF e a quantia de mais de R$ 500,00.

“Veinho” assumiu a propriedade do material apreendido e ele, Francisco Marlio Bezerra de Oliveira (18), o “Motor”, Francisco Wellington Bezerra de Oliveira (26), o “Sula”, e João Batista Amaral Bezerra Filho (34) foram encaminhados ao 15º DP e autuados em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. O procedimento policial do menor foi feito na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), por posse ilegal de munições. As investigações sobre as atuações criminosas do bando prosseguem. A Polícia apura as articulações feitas para os crimes planejados por eles – e que foram frustrados pelos policiais – e continua as diligências no sentido de capturar outros envolvidos nos negócios ilícitos.


Fonte: SSPDS


0 comentários:

Postar um comentário