Ads 468x60px

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Autoridades do estado participam do encontro sobre a Convivência com a Seca e a Transposição do Rio São Francisco no Ceará: Veja o Vídeo



Cerca de mil autoridades estão participando do Encontro sobre a Convivência com a Seca e a Transposição do Rio São Francisco no Ceará, que está sendo realizado na manhã desta sexta-feira (2) no Palácio da Abolição, em Fortaleza. Secretários de Estado, parlamentares, presidentes de entidades e prefeitos comentaram a importância de uma estrutura de segurança hídrica permanente no Ceará.

- Amanda Lopes, prefeita eleita de Caridade
" Os nossos municípios vêm passando por seis anos de seca e, independentemente de ter ou não um bom inverno nos próximos anos, a gente precisa que cada localidade fique segura. Acredito que essas medidas são fundamentais nestes tempos para que possamos ter água todos os dias. É muito importante a transposição, essas adutoras definitivas, escavação de poços. Isso tudo nos traz tranquilidade."


  - José Juarez, prefeito de Iracema
A importância da segurança hídrica, no momento que estamos vivenciando, de maior estiagem do país, é vital. Em Iracema, todos os reservatórios de água secaram. Se não fosse a atuação do Governo do Ceará, hoje a cidade estaria no caos total. Foi instalada uma perfuratriz e já cavamos 40 poços. Quem andar agora em Iracema verá poços na praça, nas ruas de periferia, colégios e hospitais. Não fossem as ações apresentadas pelo governador Camilo Santana, nosso município hoje estaria devastado pela escassez. 

 Francini Guedes, prefeito de Jaguaribara
O Estado do Ceará é sujeito a seca praticamente todos os anos. É obrigação nossa e de todas as instituições, públicas e privadas, criar uma estrutura forte para que não fiquemos preocupados quando não se tem inverno. Temos o Castanhão, o Orós, mas é preciso muito mais. Por isso o foco deve ser realmente buscar essas ações para garantir a segurança dos municípios.


 Felipe Uchôa, prefeito eleito de Umirim
Em questão está a sobrevivência da população no Interior, que neste momento necessita de água. A seca está atingindo muito a nossa população rural. Umirim vem sofrendo com a escassez. Com apoio do Governo do Ceará, a gente pode combater com sistema simplificado de abastecimento de água, poços profundos, chafarizes, essa situação difícil.


Evanderto Almeida, prefeito eleito de Assaré
Como nosso Estado está no semiárido e vem numa sequência de anos de seca, o quadro que vivemos hoje é o de pior das crises hídricas. Somente com uma estrutura permanente combateremos os flagelos e conseguiremos ir além do suporte com carros-pipa dentro destas situações emergenciais.


Nilson Diniz, prefeito do Cedro
O governo tem mostrado muitos esforços para combater os problemas hídricos. O que precisamos é concentrar ainda mais. Vamos buscar uma sintonia entre os governos estadual, federal e municipal para que essas ações relacionadas à questão da seca sejam sempre prioridade. Com parcerias e liberação de recursos, podemos nos preparar para combater a escassez de água.



José Ailton, prefeito eleito no Crato
O que presenciamos agora é o planejamento fundamental para estrutura dos municípios. Estamos passando pela pior seca que já houve no Ceará. No momento em que colocamos uma estrutura permanente, já estamos preparando um melhor Estado para os próximos anos e avançamos no combate à seca.


Guilherme Landim, prefeito de Brejo Santo
Só podemos avaliar a importância de ações como essa quando vivemos um momento desses. São cinco anos de seca. Nós precisamos deste auxílio, como o Governo do Ceará está fazendo, para trazer alento a nossa população. Em Brejo Santo, por exemplo, temos possibilidade de perfuração de poços muito boa. Onde perfurar, podemos encontrar água. Então essa estrutura vem para nos ajudar neste momento tão difícil.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário