Ads 468x60px

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Prefeito Roberto Claudio inaugura mais dois ecopontos. São 22 agora em Fortaleza

O prefeito Roberto Claudio inaugurou, na manhã de sexta-feira (25/11), mais dois novos ecopontos na cidade, o primeiro, no Jardim Cearense, e o outro, no Pici. Os equipamentos celebram um ano do projeto em Fortaleza, estimulando novos modelos e ações para a limpeza urbana, além da ampliação do serviço de coleta seletiva na Cidade.
Os ecopontos fazem parte de uma política de sucesso da Prefeitura, trazendo benefícios diretos à população, como explicou o gestor da Capital. “Hoje, estamos inaugurando dois Ecopontos, um no Jardim Cearense e outro no Pici. Até o fim de dezembro, serão 24. Quando inauguramos um espaço desses, acabamos três ou quatro rampas de lixo no entorno. Este é um estímulo para que o cidadão que faz uma pequena reforma, poda de árvore, troca de mobília, traga esse lixo para cá, ao invés de colocar na calçada, ficando no meio do canteiro central. Mas, principalmente, este é um incentivo para que a coleta seletiva tenha espaço adequado para ser tratado, inclusive para gerar emprego e renda”, afirmou.
O equipamento do bairro Jardim Cearense é resultado de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), com o apoio da MRV Engenharia. Já no Pici, o ecoponto foi construído em formato de alvenaria, com projeto executado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf). Os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.
João Pupo, secretário da Conservação e Serviços Públicos, lembrou que a atividade consolida um projeto que veio para mudar de vez a forma de lidar com o lixo na Cidade. “Estamos materializando uma política planejada nesta gestão. Inauguramos, hoje, o 21º e 22º ecopontos. Esta é uma ação vencedora, boa em todos os aspectos, pois fomenta a economia, na medida que gera uma cadeia, transformando lixo em dinheiro. É inteligente para a administração, pois diminui os gastos com a coleta, além do objetivo principal, o ambiental, transformando áreas antes degradas pelo lixo”, declarou.
Moradora do Jardim Cearense, Marcela Nepomuceno, conta que com a nova política, a situação do local mudará de vez, e para melhor. “Antes, o pessoal jogava lixo na área, jogava entulho, o resto de árvores, ia amontoando e ficava muito imundo, trazendo doenças e sujeira para as casas. Agora, a gente sabe que não vai ter inseto, barata e rato para dentro de casa. Ainda tem o incentivo para trocar o lixo por dinheiro, agora não tem porque colocar o lixo no meio da rua”, disse.
Nos ecopontos, a população pode fazer o descarte gratuito de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de pneus, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros, metais, celulares e aparelhos eletroeletrônicos. Além disso, estes equipamentos ampliam também o benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis.
Todos os equipamentos do tipo funcionam de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para atender à população, um funcionário da Ecofor Ambiental, responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos, dá orientações e recebe o material. Um outro colaborador atesta a quantidade de resíduos depositados em cada contêiner dos Ecopontos.
Recicla Fortaleza gera créditos
É nos Ecopontos onde a população pode ter acesso ao benefício do programa Recicla Fortaleza, que dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Companhia Energética do Ceará (Coelce) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus). Numa etapa posterior, os créditos também poderão ser utilizados na conta de água.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. No equipamento, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.
Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário