Ads 468x60px

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

NAO DEU E NÃO DAR EM NADA:Política Gilmar Mendes prorroga prazo de investigações sobre senador Aécio Neves



Aécio Neves, então governador de Minas Gerais, teria enviado emissários para barrar quebras de sigilo de pessoas e empresas investigadas 
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta quarta-feira (23) a prorrogação do prazo das investigações da Polícia Federal (PF) sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

No despacho, Gilmar Mendes afirmou que "houve atraso no desenvolvimento das investigações", porque três testemunhas que estavam previstas para prestar depoimentos ainda não foram ouvidas. Mendes também determinou que a PF e a Procuradoria-Geral da República (PGR) cumpram os prazos da investigação.

"Ficam a Autoridade Policial e o Ministério Publico Federal instados a observar os prazos de tramitação nesta e em todas as investigações supervisionadas por este relator", decidiu o ministro.
As investigações são baseadas em um dos depoimentos do ex-senador Delcídio do Amaral, em colaboração com a Justiça. De acordo com Delcídio, em 2005, durante os trabalhos da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) dos Correios, o senador Aécio Neves, então governador de Minas Gerais, “enviou emissários” para barrar quebras de sigilo de pessoas e empresas investigadas, entre elas o Banco Rural.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário