Ads 468x60px

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

IGUATU MEDICA CUBANA: Causa da morte é indeterminada e teria ocorrido pela madrugada

O corpo da médica Mabel Guillot Sanches, será transladado para Cuba. A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) que é responsável pelos médicos cubanos que atuam no Brasil está cuidando de tudo. 
A manhã desta quarta-feira,23, Iguatu foi marcada por uma notícia triste, a morte da médica cubana, Mabel Guillot Sanches, que foi encontrada sem vida na sua residência que fica localizada na Rua Engenheiro Barreto, Bairro Paraná. A mesma atuava no PSF do Bairro Altiplano que atendia a população também da Vila Coqueiro, Vila DAER, Sítio Córrego, Sítio Tanque e Sítio Queimadas. Esta seria sua última semana no Brasil, a médica estaria retornando para Cuba na próxima segunda-feira,28.
Amigas que atuavam na Secretaria de Saúde declararam que nas primeiras horas da manhã, colegas de profissão e nacionalidade que moravam na mesma residência encontraram a médica sem vida em um setor externo da casa.
Rapidamente equipes da Polícia Militar e Civil foram acionadas e estiveram no local, onde observaram atentamente toda área. Em entrevista o delegado Wesley Alves afirma que inicialmente os indícios são para a morte natural da médica, “ o nosso delegado plantonista Fábio esteve no local com uma equipe e foi identificado que inicialmente há indícios de morte natural, mas estamos esperando o laudo do IML para que possamos decidir se abrimos um inquérito sobre este caso”, disse.
O corpo foi conduzido para o IML de Iguatu, onde passou por uma perícia e foi apresentado no final da manhã um lado onde comunica que a causa da morte é “ indeterminada”, é o que afirmou a secretária de saúde de Iguatu, Vanderlúcia Lôbo, “ recebi agora o laudo e diz que a causa da morte é indeterminada, não foi observado nenhuma marca no corpo ou algum indício que concretizasse o laudo com a indicação da morte, alguns órgãos serão levados para Fortaleza, onde irão passar por uma nova perícia, mais aprofundada e só após isto teremos o laudo em definitivo, mas neste momento afirma que é indeterminado”, disse a secretária.
A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) que é responsável pelos médicos cubanos que atuam no Brasil está tratando sobre o translado do corpo da médica Mabel Guillot Sanches para o seu país de origem.
A notícia da morte da médica chocou a muitos e tomou conta das redes sociais, onde amigos enviaram mensagens de pêsames pela morte da profissional que realizou um grandioso trabalho na cidade.
Fonte: IguatuNet

0 comentários:

Postar um comentário