Ads 468x60px

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

PM mata bandido, mas fica ferido durante assalto a ônibus em Quixeramobim

Passageiros de Juazeiro do Norte que se destinavam à Fortaleza em 3 ônibus intermunicipais viveram momentos de terror na madrugada desta sexta-­feira (14). Cerca de 6 suspeitos armaram uma barricada para assaltar os coletivos, mas foram surpreendidos por um policial, que foi atingido por um tiro, mas acabou matando um dos envolvidos. 

A ação criminal aconteceu por volta das 3h30, na altura da CE­ 060, no distrito de Caraúnas, a 20 quilômetros de Quixeramobim. Na ocasião, os motoristas foram surpreendidos com uma barreira de madeira e tiveram que parar os ônibus. Neste momento, o banco anunciou o assalto. 

Depois de roubar os pertences dos passageiros nos 2 primeiros veículos, um dos suspeitos foi surpreendido pelo Sargento da Polícia Militar Francisco Chales da Silva, do Comando Tático Rural (COTAR), que disparou contra o jovem. “O sargento que estava à paisana percebeu a chegada de um dos bandidos eatirou de dentro do ônibus. Ele acertou o tiro na cabeça dele, mas logo em seguida foi atingido por um tiro na altura do braço e ficou sem reação”, disse o titular da Delegacia de Quixeramobim, delegado Salviano de Pádua. Mais um ferido Com a morte de um dos suspeitos, o grupo recuou e os motoristas tentaram seguir viagem. “Os passageiros começaram a gritar para os motoristas continuarem, só que a perna do assaltante atingido pelo policial ficou presa na porta do ônibus”, explica Salviano. 

Suíço de 73 anos tem mansão invadida, leva 8 tiros, reage e mata um dos bandidos Para que o motorista pudesse partir, um dos passageiros, identificado por Antônio Sena Pereira, tentou remover o corpo do homem, mas no momento em que o motorista abriu a porta, houve um novo disparo e ele foi atingido por um tiro raspão na orelha. O policial militar foi levado para o Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza, enquanto a outra vítima foi atendida em Quixeramobim. Até esta manhã, ninguém foi preso.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário