Ads 468x60px

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Emprego e renda: Porto do Pecém atrai novas empresas

rRPorto atual
Devido à infraestrutura diferenciada, o Porto do Pecém foi escolhido como local de exportação da produção



O Porto do Pecém será o porto escoador de toda a produção da nova empresa instalada na Zona de Processamento de Exportação do Piauí (ZPE-Parnaíba), a Ecopellet. Segundo empreendimento da ZPE-Parnaíba, a empresa vai atuar na produção de pallets e briquetes, para geração de energia renovável.



Devido à infraestrutura diferenciada, o Porto do Pecém foi escolhido como local de exportação da produção. “O Porto é muito conhecido, então achamos que seria o melhor local para exportar nossa produção, além de estar situado em uma localização estratégica”, declarou o diretor da empresa, Mário Josino Neto. Ainda segundo ele, os serviços regulares de navios para diversos portos do mundo saindo do Pecém também justificam a escolha. “Toda nossa produção tem como destino, principalmente, a Europa e a Ásia, então isso é muito importante para nós”, ressaltou. A expectativa é de que a indústria comece a funcionar em agosto, com produção inicial média de 120 toneladas/dia.



Outra empresa beneficiada com a infraestrutura do Porto do Pecém e que exporta toda sua produção também pelo Ceará é a espanhola Bollo Brasil Tropical Fruits. Com filial em Mossoró – RN, a empresa é considerada hoje uma das maiores produtoras de melão (pele de sapo) do mundo. Para o administrador da Bollo no país, Juan Puchades, o Porto do Pecém atende todas as necessidades da empresa. “O Pecém com seu amplo pátio, toda sua infraestrutura, pessoal e localização permite que o processo de envio da nossa mercadoria para fora seja realizado com agilidade", declarou.



Além dessas empresas, o Porto do Pecém possui um extenso hall de indústrias do Nordeste que se utilizam do Porto cearense para escoar inúmeros segmentos de produtos. Com escalas semanais e quinzenais para Estados Unidos, Europa e outros, o Porto se destaca por sua periodicidade e celeridade no envio de cargas. “Quando comparado a outros pontos de escoamento de mercadorias do país, os produtos chegam ao local de destino mais rápido, quando saem do Pecém. Além das outras vantagens, isso influencia diretamente a qualidade do próprio produto", ressaltou a diretora comercial da Cearáportos, Rebeca Oliveira.


Ao longo dos anos, o Pecém adaptou-se às necessidades dos clientes e hoje atua com um amplo mix de cargas. “Exportamos frutas frescas, além de produtos siderúrgicos e eólicos. Com certeza isso influenciou o crescimento do Porto do Pecém e contribui para a atração de novos investimentos para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Estamos no Ceará e queremos atender todo o país, levando mercadorias brasileiras para fora e trazendo mercadorias também”, conclui Rebeca.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário