Ads 468x60px

sexta-feira, 1 de julho de 2016

CONFIRMADO: Governador Camilo apoiará reeleição de Roberto Claudio e PT não será empecilho afirma Diassis Diniz

O presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, afirmou que o partido não fará exigências ao governador Camilo Santana em relação à disputa municipal deste ano. Segundo ele, a pré-candidatura da ex-prefeita Luizianne Lins é assunto “pacificado” dentro da legenda. “Não iremos exigir nada dele [Camilo]. Não iremos exigir dele, o que não foi exigido para Luizianne. O assunto já foi conversado com ela [Luizianne], Rui Falcão [presidente nacional do PT] e Lula”, revelou De Assis, ao ser questionado sobre a participação de Camilo na campanha eleitoral do PT.
Na prática, a manifestação de De Assis dignifica que Camilo está liberado pelo PT para apoiar o prefeito Roberto Cláudio (PDT) na disputa pela reeleição.

Questionado sobre a possibilidade de licença de Camilo, durante a campanha, De Assis disse que “não vejo porque ele se licenciar”. Indagado, então, se o assunto deverá ser discutido internamente, o petista foi taxativo: “Para direção estadual, está pacificado e não há celeuma”.
Já sobre sua postura do governador na disputa municipal, com o possível apoio a Roberto Cláudio, o dirigente afirmou que “só Camilo pode falar sobre o assunto”. Mas na avaliação de De Assis, o governador deve mesmo retribuir o apoio do prefeito Roberto Cláudio durante a disputa de 2014. Na época, Luizianne disse que não iria apoiar o “companheiro” de partido e ficou fora da campanha do PT, enquanto Roberto Cláudio foi às ruas para pedir apoio ao então candidato a governador.
Camilo Santana não se manifestou, oficialmente, sobre o assunto mas tem deixado escapar, nas entrelinhas, a intenção de apoiar RC sempre que questionado sobre seu apoio na eleição municipal em Fortaleza.

Perguntado se considerava a definição do PT, em referência a pré-candidatura de Luizianne, como “reversível”, De Assis disse não acreditar em “recuo”. “Já está consolidado”, frisou ele.
O nome de Luizianne, como pré-candidata à Prefeitura, foi definido em maio passado. Camilo, na ocasião, não participou do evento. Em 2014, a ex-prefeita não fez qualquer gesto na campanha ou palanque de Camilo, que foi indicado sob bençãos dos irmão Ferreira Gomes, desafetos políticos de Luizianne. Inclusive, políticos próximos de Luizianne chegaram a omitir Camilo e apoiar o candidato opositor Eunício Oliveira (PMDB).

Lula
Luizianne já trabalha sem o apoio de Camilo e mira nas forças nacionais. Sendo assim, o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, confirmou ainda a vinda do ex-presidente Lula ao Ceará, prevista para o próximo dia 12 de julho. Lula virá de Petrolina, onde participará de um ato público no dia 11 e chegará ao Ceará pelo Cariri e, segundo se sabe, para uma jornada política por alguns municípios cearenses.

Nos bastidores, a agenda de Lula é formatada da seguinte forma: Primeiro, deverá ser homenageado com o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Também participará de um ato público na cidade Barbalha, com todos os candidatos a prefeito pelo PT, na região. À noite, em Fortaleza, Lula participará de um jantar de arrecadação de fundos para a campanha da deputada federal Luizianne Lins (PT) à Prefeitura da capital. Os detalhes sobre o jantar, segundo De Assis, estão sendo coordenados pelo presidente municipal do PT Fortaleza, deputado Elmano de Freitas.
O Estado
Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário