Ads 468x60px

quarta-feira, 6 de julho de 2016

ALERTA: Em 2016 de janeiro até agora Tauá já teve 2.276 casos de dengue. Se todos colaborarem vai diminuir

O que chama atenção em Tauá é que já foi confirmada a doença em 4% da população de janeiro até agora.
Tauá só está perdendo para Fortaleza nos casos de dengue. Dengue é uma responsabilidade de todos.
Tauá. Os números confirmados de dengue neste ano no Ceará chegaram a 17.587, segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Fortaleza concentra a maioria dos casos, mas o Interior está longe de uma zona de conforto. Neste Município, as confirmações da doença passam de duas mil e outras cidades também têm índices preocupantes e altas taxas de infestação.
Em comparação com o mesmo período do ano passado, o número total de casos no Estado teve uma queda de 37%, conforme a Sesa. Mas ainda há situações preocupantes, sobretudo em cidades longe da Capital, como o Levantamento Rápido de Índice de Infestação para Aedes aegypti (LIRAa), divulgado em maio pela Sesa.
Ele mostrou que Canindé, Quixeramobim, Caridade e Boa Viagem concentram os maiores Índices de Infestação Predial (IIP), calculado pela relação entre o número de imóveis com infestação e o total de imóveis pesquisados. O valor é satisfatório quando fica abaixo de 1%. Canindé apresentou 16%. Depósitos no nível do solo para armazenamento doméstico de água, como tonel, tambor, barril, tina, potes e cisternas são onde mais se encontra focos.
Preocupante
Quando se compara a partir do número de casos confirmados, este Município, de pouco mais de 57 mil habitantes, perde apenas para a Capital. Ao todo, 2.276 contraíram dengue, o seja, cerca de 4% da população.
Miriam, a sobrinha de 14 anos de Vilamar Sampaio de França, funcionário de um depósito de bebidas, foi diagnosticada há dois meses. Ele acredita que os casos tomaram uma proporção por falta de um trabalho s estratégico. "Muita coisa não foi feita porque não tinha um sistema de dedetização. Os atendimentos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) foram ampliados, mas faltou algo", disse.
A secretária de saúde do Município, Ademária Timóteo, diz que as equipes têm trabalhado ativamente. "Toda semana nos reunimos para permanecer com a vigilância e fazemos um trabalho junto às escolas", pontuou.
Armazenamento
Maria Dulce Feitosa, titular da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde (Cres), afirma que a cidade enfrenta problemas no abastecimento, o que contribuiu para a situação. "É uma região muito seca e tem uma necessidade de armazenamento muito grande. Mas menos da metade da população segue as recomendações para fazer um armazenamento correto", declarou.
Melhor situação
Em 37 municípios ainda não foi confirmado nenhum caso. Granjeiro e Deputado Irapuan Pinheiro, ainda não notificaram nem confirmaram nenhum neste ano. Os bons resultados são atribuídos às campanhas educativas e mutirões, reunindo profissionais de saúde e educação. Segundo nota deste último município, foi criado um conselho participativo.
A Sesa informou, por nota, que continua a desenvolver ações de controle de rotina em todo o Ceará.
Mais informações:
Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa)
Avenida Almirante Barroso, 600 - Fortaleza
Telefone: (85) 3101-5123

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário