Ads 468x60px

quinta-feira, 30 de junho de 2016

TRAGÉDIA EM QUIXADÁ Três policiais militares são mortos e um fica ferido em tiroteio com bandidos


Três policiais militares foram mortos e um ficou ferido durante  tiroteio com bandidos armados de fuzil  no Distrito de Juatama, município de Quixadá (a 158Km de Fortaleza). Conforme a Polícia, outros dois militares teriam sido feito reféns pelos criminosos, mas já foram liberados.
Os policiais militares mortos foram identificados como sendo o sargento Francisco Guanabara Filho, de 50 anos, cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto, de 34 anos e o soldado Antônio Filho. O cabo Antônio Joel o sargento Campos foram encaminhados a um hospital local, mas o primeiro não sobreviveu aos ferimentos. O sargento Campos, atingido por um tiro na perna, foi encaminhado ainda ontem ao Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. Os outros dois PMs feitos reféns pelos bandidos, segundo relatos da Polícia Militar, não sofreram lesões corporais. Eles foram liberados pelos criminosos em Ibaretama, no sertão de Quixeramobim.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que patrulhas do Comando Tático Rural (Cotar) e uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foram deslocadas para a região.  
O tenente-coronel Calixto, comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 15, confirmou as mortes dos PMs e disse que um cerco estava sendo feito no local. De acordo com a Polícia, uma patrulha da PM estava na região de Juatama e se deparou com os bandidos armados.
Houve tiroteio e os militares acabaram mortos. Equipes das polícias Civil e Militar da região, além do patrulhamento especializados do BPChoque estão realizando buscas aos criminosos.
No início da noite, o Governador Camilo Santana usou sua página no Facebook para se solidarizar pelos policias mortos. Em sua publicação, Camilo diz que solicitou uma força tarefa para buscar capturar os assassinos. Sobre o lamentável episódio em Quixadá, já determinei uma força-tarefa para atuar imediatamente no cerco em toda a região no sentido de prender cada um dos criminosos para que recebam a punição devida da Justiça", disse.


Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário