Ads 468x60px

segunda-feira, 6 de junho de 2016

REAJUSTE: Governo Camilo propõe aumento de 10,67% para servidores com remuneração mínima



Reajuste foi apresentado em reunião com os sindicatos e associações 
Em reunião nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição, com os sindicatos e associações que representam os servidores estaduais, o governador do Estado apresentou ao funcionalismo suas propostas de reajuste, considerando a conjuntura econômica de crise.

Reajuste linear de 10,67% para todos os servidores que recebem remuneração mínima; reajuste não linear para os demais servidores estaduais, com negociação por categoria, corrigindo distorções e garantia de antecipação da primeira parcela do 13o. salário de todos os servidores para o dia 5 de julho próximo.

O Governador Camilo Santana, concedeu a seguinte declaração:

Reunião nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição, com os sindicatos e associações que representam os servidores estaduais. Diante da atual conjuntura econômica do país, quando a maioria dos estados têm atrasado o pagamento dos seus servidores, ao contrário do Ceará, e após uma série de reuniões realizadas na Mesa Estadual de Negociação Permanente, apresentamos as seguintes medidas.
1. Reajuste linear de 10,67% para todos os servidores que recebem remuneração mínima;
2. Reajuste não linear para os demais servidores estaduais, com negociação por categoria, corrigindo distorções;
3. Garantia de antecipação da primeira parcela do 13o. salário de todos os servidores para o dia 5 de julho próximo;
4. Diálogo permanente com todas as categorias para discutir melhorias salariais, melhores condições de trabalho, bem como o avanço da qualidade do serviço público.

Segundo o governo estadual também está assegurado o diálogo permanente com todas as categorias para discutir melhorias salariais, melhores condições de trabalho, bem como o avanço da qualidade do serviço público.

As propostas, segundo o governador Camilo Santana, consideram a conjuntura desfavorável, "quando a maioria dos estados tem atrasado o pagamento dos seus servidores, ao contrário do Ceará, e após uma série de reuniões realizadas na Mesa Estadual de Negociação".

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário