Ads 468x60px

domingo, 12 de junho de 2016

GARANTE MINISTRO INTERINO: Transposição: obra será entregue em dezembro

Para adiantar as obras, que estão com 87,4% de conclusão, o Governo autorizou a ampliação do repasse mensal de pagamento às construtoras 
Juazeiro do Norte. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e o governador Camilo Santana desembarcaram na cidade de Juazeiro do Norte para realizarem uma série de visitas aos dois eixos das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco, Norte e Leste. O objetivo é dar funcionalidade ao projeto e fazer com que a água chegue o quanto antes às torneiras da população, beneficiando 12 milhões de brasileiros da região do Semiárido nordestino.

Durante a passagem, o ministro afirmou que as obras físicas do projeto serão entregues em dezembro e, a partir de então, os reservatórios serão gradativamente abastecidos, enquanto obras complementares, em parceria com os estados, serão executadas. "Determinamos às construtoras que ampliem ao máximo a capacidade de execução das obras para que cumpramos o prazo dado pelo presidente Michel Temer", frisou o ministro durante a visita.

Para adiantar as obras, que estão com 87,4% de conclusão, o Governo autorizou a ampliação do repasse mensal de pagamento às construtoras. Barbalho lembrou que, na média, essa ampliação de produtividade será de 42%. "Dessa forma, a água poderá contribuir com o abastecimento dos reservatórios de Orós e também do Castanhão, com repercussão imediata nas áreas com maior densidade populacional do estado do Ceará", explicou. Quanto aos repasses do Governo aos estados, Barbalho reconheceu que o montante esteve aquém, no entanto, garantiu que "a intenção é ampliar".
Camilo acrescentou que o governo estadual irá entregar um novo plano do projeto do Cinturão das Águas para que as obras avancem e o primeiro trecho possa ser entregue junto ao Projeto de Integração do Rio São Francisco, até dezembro deste ano. "A intenção é obter mais recursos para que a gente possa dar velocidade a essa obra importante para o Cariri". O Cinturão prevê a construção de 1,3 mil quilômetro de canais, sifões e túneis que levarão água para 12 bacias hidrográficas do Ceará.

Pontos estratégicos

As visitas foram realizadas em pontos estratégicos do Eixo Norte do projeto: túnel Cuncas 1, na Paraíba; a barragem de Jati, no Ceará; e a primeira estação de bombeamento (EBI-1), em Pernambuco. Neste sábado, a comitiva, que também inclui equipes técnicas do Ministério e de empresas responsáveis pelas obras, seguem visitam o Eixo Leste, que tem 217 quilômetros de extensão e, quando concluído, levará água aos estados de Pernambuco e Paraíba.

O primeiro ponto de parada será o túnel Engenheiro Giancarlo de Lins Cavalcanti, na Paraíba. De lá, o grupo inspeciona as atividades de duas estações de bombeamento (EBV-1 e 3), ambas em Floresta (PE). O ministro também realiza uma visita técnica à barragem Areias e ao canal de aproximação.

Beneficiados

O Projeto São Francisco vai garantir o abastecimento constante de água a uma população de 12 milhões de pessoas em 390 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, que possuem períodos cíclicos de estiagem.

DN

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário