Ads 468x60px

domingo, 26 de junho de 2016

CEASA: Produtos hortigranjeiros ficam mais baratos no CE, diz relatório

Em maio, quatro dos cinco setores analisados pelo Índice de Preços da Ceasa Ceará (IPCE) registraram queda. Apenas o setor de Frutas apresentou aumento significativo. O cenário demonstrou uma desaceleração nos preços de hortigranjeiros praticados na Ceasa, principalmente em alguns produtos que vinham apresentando aumentos constantes. O setor que registrou a maior queda foi Folha, Flor e Haste com -23,91%.
Os produtos deste setor que registram maior redução nos preços foram: a cebolinha e o coentro com -27%, couve flor com -26,11%, alface crespa com -23,57% e o repolho híbrido com -21,70%. O único aumento da categoria foi na acelga com 1,91%.
O outro setor que apresentou queda acentuada nos valores foi o Raiz, Bulbo e Rizoma, com -16,46%. Os produtos que influenciaram diretamente na queda foram: cenoura com -42,36%, beterraba - 40,81%, batata doce com -27,35 e a batata inglesa com redução de -20.07. A cebola pêra e o aipim apresentaram aumento de 19,16% e 1,90%, respectivamente.

Hortaliças
Já o setor Hortaliças Fruto apresentou -4,89% de redução, em destaque ficou a abóbora leite com - 30,58%, abobora jacaré com -22,95%, abóbora caboclo com -21,17% e chuchu com -19,99. Os aumentos ficaram por conta da vagem 14,05, milho verde com 10,98% e feijão verde com 3,91% de crescimento.


Cesta Básica
A Cesta Básica comercializada na Ceasa também apresentou uma pequena redução de 0,15%. Os produtos que registraram quedas foram: o queijo coalho com -9,04%, o café com -6.38%, a carne bovina com - 6,17 e o açúcar com -3,03%. Os preços mais altos foram registrados em produtos como os ovos que tiveram aumento de 22,64%, manteiga com 11,69% e o feijão carioquinha com 11,04%.


No entanto, o setor Frutas, foi identificado o único aumento de todas as categorias pesquisadas,
6,17%. Os produtos de maior aumento foram: manga tomy com 61,59%, melão japonês com 18,39%, mamão formosa com 20,04%, abacate com 6,90% e laranja com 5,63%. As quedas do setor foram registradas no melão amarelo com -39,04%, limão galego com -16,68% e tangerina murkot com -14,35%.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário