Ads 468x60px

segunda-feira, 23 de maio de 2016

ZIKA VÍRUS: Vacina será testada em novembro de 2016

O zika é um vírus transmitido pelo Aedes aegypti e identificado pela primeira vez no Brasil em abril do ano passado 
Brasília. A vacina contra vírus zika entrará em fase de testes no mês de novembro, segundo o Ministério da Saúde. O diretor do Instituto Evandro Chagas, no Pará, Pedro Vasconcelos, anunciou o fato ao ministro da Saúde, Ricardo Barros. A substância está sendo produzida no instituto em parceria com uma universidade do Texas (EUA).
A vacina estará disponível para os testes pré-clínicos (em primatas e camundongos). O acordo foi divulgado em fevereiro, quando o prazo para que esses testes começassem era de um ano. "As novas tecnologias irão acelerar o desenvolvimento da vacina. Se as fases correrem como é esperado, em dois anos teremos a vacina para produção", disse Pedro Vasconcelos.
A universidade norte-americana é um dos centros de pesquisas de arbovírus, especializado no desenvolvimento de vacinas; o Instituto Evandro Chagas é referência mundial de excelência. A parceria tem um investimento de cerca de R$ 10 milhões.
Dose única
"O prazo inicial (12 meses), foi antecipado para nove meses", avaliou o ministro Ricardo Barros. A previsão é que em fevereiro de 2017 ocorram os testes em humanos, etapa a ser executada pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. A vacina deverá ser administrada em dose única. Inicialmente, o público-alvo serão mulheres em idade fértil.
Para o MS, a vacina ajudará a reduzir a incidência de microcefalia em bebês. No entanto, ela não poderá ser aplicada em gestantes, daí o instituto desenvolver outra tecnologia, a partir do DNA recombinante do vírus para ser usada em grávidas.

Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário