Ads 468x60px

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Tiro pela culatra: Acusado de ser um dos principais apoiadores da greve dos agentes penitenciários Cap. Wagner, pode perder apoio de Tasso e Eunicio

A greve dos agentes penitenciarios esta sendo apontada como a principal causa das revoltas dentro dos presídios onde morreram 18 detentos. Os presos foram impedidos de receberam seus familiares e os agentes penitenciarios não permitiram a entrada da PM. Por pouco nao houve um desastre maior. O Cap. Wagner, é acusado de ser um dos principais incentivadores, apoiadores da greve, que culminou com mortes de 18 detentos. Por conta disso os senadores Tasso jereissati e Eunicio Oliveira, estão dispostos a não apoiar a provavel candidatura do Cap. Wagner, para Prefeito de Fortaleza, devido o seu comportamento muitas vezes exagerado, segundo um assessor proximo a um dos senadores. Veja a matéria abaixo:
APOIO IMPROVAVEL: " não combina com o modelo de liderança que nosso grupo busca fortalecer.", DISSE assessor de um dos senadores
O grande desejo que Capitão Wagner estaria nutrindo de ter Tasso e Eunício lhe apoiando, pode não acontecer. Ao que se indica, as últimas movimentações do pré-candidato podem levar Tasso e Eunício a desistir da sua candidatura.
Desta forma, o possível acordo Brasília–Fortaleza (lembre aqui), que garantiria uma campanha de peso financeiro e político para para Wagner à Prefeitura de Fortaleza, poderá não mais se concretizar.
Nos últimos dias, o Ceará foi surpreendido com a mais grave crise no sistema penitenciário do Estado. Provocado por um núcleo de agentes grevistas que permitiram as mais absurdas cenas de terror, o episódio já ocasionou a morte de 18 pessoas. É forte a ligação de Wagner com membros do sindicado dos agentes penitenciários e grevistas que participaram do movimento que acabou culminando com as mortes.
Além disso, mais uma vez, Capitão Wagner estaria utilizando um movimento de greve no sistema de segurança para ganhar notoriedade midiática, atacando o Governo do Estado e saindo em defesa dos agentes grevistas.
“Olha, o comportamento que o Capitão Wagner vem demonstrando ao se aliar constantemente com grevistas que acabam causando o terror em Fortaleza, não combina com o modelo de liderança que nosso grupo busca fortalecer. Utilizar o terror e dor das pessoas para ganhar votos é uma atitude que devemos todos repudiar”, afirmou uma influente liderança ligada a Tasso Jereissati e Eunício Oliveira.
Capitão Wagner tem lutado arduamente para conquistar o apoio de Tasso para a sua candidatura. Na edição do jornal O Povo da última sexta-feira, Wagner afirmou que “o apoio do PSDB fortalece muito a minha candidatura em Fortaleza, especialmente pela força e liderança de Tasso no Estado”.
Mesmo com o grande desejo de Capitão, pessoas muito próximas a Tasso vêm fortalecendo o discurso de que as últimas atitudes de Wagner poderiam levar o senador a refletir a alternativa de não ser bom para o PSDB apoiar esta candidatura a prefeito de Fortaleza.
E como ficaria Capitão com a desistência do apoio de Tasso e Eunício à sua candidatura?
Caso a desistência venha a acontecer, provavelmente, o baque para Capitão seria maior com a perda de Tasso, pessoa que Wagner tem tratado publicamente como liderança fundamental para sua campanha.
Ceara Noticia/Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário