Ads 468x60px

sábado, 12 de março de 2016

Decretada prisão preventiva de acusado de atirar em jornalista



O juiz Eduardo Gibson Martins, auxiliar da Vara Única de Audiência de Custódia de Fortaleza, decretou, nessa quinta-feira (10/03), a prisão preventiva de José Wellington de Moura Cavalcante, um dos acusados de latrocínio (roubo seguido de tentativa de morte) contra o jornalista Valdemar Menezes e a esposa.
Segundo o magistrado, o réu, em concurso de pessoas, teria supostamente participado do latrocínio contra o casal, além de outros assaltos, empunhando arma de fogo. “Em combinação com a gravidade dos fatos sob análise (subtração de pertences em veículo parado em sinal de trânsito, com disparo de arma de fogo contra as vítimas, uma das quais estaria em gravíssimo estado de saúde, em UTI), denota que a liberdade do autuado, por ora, atenta contra a garantia da ordem pública”, fundamentou.
O CASO
Valdemar Menezes foi baleado em assalto ocorrido na tarde do último sábado (05/03), no cruzamento da Via Expressa com rua Tavares Coutinho, no bairro Papicu. Ele estava no carro com a esposa, que também foi atingida de raspão no queixo. O jornalista passou por cirurgia para a retirada da bala que estava alojada no peito. Ele se encontra em recuperação na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital São Mateus.

Agencia Brasil
Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário