Ads 468x60px

quarta-feira, 9 de março de 2016

ACUSADO FUGIU: Na Barra do Ceará Polícia encerra orgia para crianças e adolecentes



Um evento chamado pela organização de 'Orgia Fest', destinado a crianças a partir de 10 anos e adolescentes, foi descoberto e interrompido pela Polícia, no último sábado (5). Quando a equipe da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) chegou ao 'Flowers Buffet', na Avenida Senador Robert Kennedy, na Barra do Ceará, várias pessoas fugiram do local, inclusive o organizador da festa.
Foram apreendidas bebidas alcoólicas; 12 trouxinhas de maconha; dois frascos de amoníaco; 22 tubos de spray para remover solda, que tem efeito similar ao do entorpecente conhecido como 'loló'; dinheiro em cédulas de pequeno valor e moedas; cigarros; e preservativos.

Segundo a titular da Dececa, delegada Ivana Timbó, duas crianças de 10 anos foram conduzidas à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde funciona o plantão da Dececa. Os garotos foram advertidos e entregues aos pais, em seguida. "Só pelo fato de estarem lá, já se nota uma negligência por parte dos pais, que não poderiam autorizar em hipótese alguma que uma criança de 10 participasse de uma festa chamada de 'Orgia'. Porém, os responsáveis ainda serão chamados à Delegacia para serem ouvidos e explicar o que aconteceu", disse a delegada.

Ivana Timbó disse que o organizador da festa já foi identificado e também será levado à Delegacia. "A primeira fase da operação era acabar a festa. A próxima é reunir os depoimentos e as provas para encaminharmos ao Poder Judiciário", declarou.
Crime
A delegada disse que até agora não existe indícios de exploração sexual de menores no local e o intuito da festa seria exatamente a distribuição de substâncias ilegais para crianças e adolescentes. Ivana Timbó alerta que a Polícia já tem informes de outros eventos deste tipo e que os envolvidos na promoção destas festas podem ser responsabilizados por crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). "Soubemos de um evento parecido na Lagoa Redonda e estamos apurando se é verdade. Queremos lembrar que isto é crime e quem organiza isto pode se complicar muito com a Justiça".

DN
Portal do Helvecio

0 comentários:

Postar um comentário