Ads 468x60px

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Saúde capacita profissionais do Cariri em microcefalia e arboviroses



O auditório do Centro de Eventos do Cariri, no dia 24 deste mês, ficará lotado de médicos e enfermeiros e de coordenadores e técnicos de vigilância epidemiológica das cinco regiões de saúde que integram a macrorregião do Cariri – Crato, Juazeiro do Norte, Brejo Santo, Icó e Iguatu. Cerca de 450 profissionais participarão do "Simpósio estadual para vigilância epidemiológica e assistência de microcefalia e arboviroses", que a Secretaria da Saúde do Estado realizará das 13 às 18 horas.



Sete temas, além da abertura feita pelo coordenador da Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, Márcio Garcia, relacionados à microcefalia, zika, dengue e chikungunya, que estão na rotina de atendimento dos profissionais, serão abordados por especialistas durante o simpósio. Entre os temas, destaques para "Microcefalia congênita", que será abordada pelo obstetra do Hospital Geral César Cals, Manoel Martins Neto. "Como reconhecer casos de crianças afetadas pela zika intraútero" será o tema apresentado pela neonatologista e geneticista do Hospital Infantil Albert Sabin, Erlane Marques Ribeiro.



Daniele Rocha Queiroz Lemos, supervisora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, falará sobre o "Protocolo de vigilância e resposta à ocorrência de microcefalia e malformações congênitas relacionadas a infecções perinatais". Outro assunto abordado: "Diagnóstico laboratorial da etiologia da microcefalia", por Fernanda Montenegro de Carvalho Araújo, responsável pelo diagnóstico das arboviroses do Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará – Lacen, da rede pública do Governo do Estado.



Como as arboviroses dengue, zika e chikungunya só existem porque há o mosquito transmissor, o simpósio também traz o tema "Ferramentas disponíveis e perspectivas para o controle do Aedes aegypti", com o biólogo e professor da Faculdade de Medicina da UFC, Luciano Pamplona. O infectologista e presidente do Comitê Estadual de Investigação dos Óbitos por Dengue, Afonso Bezerra Lima, participa da programação do simpósio, falando sobre "Manejo clínico da dengue, chikungunya e zika".


Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara

Giselle Dutra
Helvecio Martins

0 comentários:

Postar um comentário