Ads 468x60px

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Inédito: Autoridades destacam posse de mais de 70 juízes no TJCE


A posse coletiva no total de 76 novos juízes no Judiciário cearense nesta quinta-feira (25/02), no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi um marco na história da Justiça estadual. Várias autoridades elogiaram a iniciativa da atual administração do Tribunal, que tem à frente a desembargadora Iracema Vale.
O governador Camilo Santana afirmou que a ampliação do quadro de magistrados possibilitará à população do Interior um atendimento mais rápido. “Não tenho dúvida que será uma grande contribuição para a Justiça e o povo do Estado”.
Para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, a medida do Tribunal é inédita. “É um momento histórico. Acho que nunca tivemos isso no País. Uma quantidade tão grande de juízes empossados de uma única vez”.
O desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), destacou que a posse é “ótima” para as justiças estadual e eleitoral. “Esses juízes vão suprir carências nas zonas eleitorais em um ano difícil de eleições municipais”. Ele explicou ainda que “é mais oneroso mandar um juiz da Capital para outra localidade, além de ser mais difícil do que ter um juiz que mora na comarca, que vive o dia a dia e conhece melhor a realidade”.
O desembargador Fernando Luiz Ximenes Rocha, membro mais antigo do TJCE, lembrou a postura que os novos magistrados deverão ter. “Agora esperamos que possam atender aos anseios da sociedade e agir com muita consciência e muita responsabilidade pela função que vão exercer”.
O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, ressaltou que a iniciativa é um ato democrático, pois irá garantir acesso à Justiça de forma “mais rápida e hábil”. Ele também parabenizou à gestão da desembargadora Iracema pela “decisão firme de garantir a posse dos magistrados”.
O desembargador Luís Mendonça, presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, afirmou que a posse “representa um orgulho não só para a magistratura cearense, mas para o Judiciário brasileiro”. Além disso, vai “preencher as carências dos jurisdicionados das localidades mais distantes do Interior, que passará a ter uma Justiça mais efetiva e célere”.
Mais eficiência e aumento no grau de resolutividade de processos foram os benefícios destacados pelo procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Barroso Rios. Ele enfatizou ainda que a iniciativa da desembargadora Iracema antede a uma demanda antiga, que é prover melhor as comarcas do Interior.
“É um dia memorável em que a Advocacia e a comunidade jurídica está satisfeita, pois havia um déficit muito alto e agora esses 76 novos soldados servirão aos jurisdicionados, de modo que hoje é um dia de muita alegria para todos nós”, reconheceu o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Ceará (OAB-CE), Marcelo Mota Gurgel do Amaral.
DISPOSIÇÃO
Entre os recém-empossados, o sentimento era de alegria e disposição para iniciar os trabalhos. Sylvio Batista dos Santos Neto, que assumiu a Comarca de Antonina do Norte (a 481 km de Fortaleza), disse que espera atender da melhor forma possível os anseios da população. Ele, que é natural do Rio de Janeiro, informou que já tinha visitado o município e conhecido os servidores com quem trabalhará.
O juiz André Luís Parízio Maia Paiva garantiu estar bastante disposto para prestar um serviço eficiente e atender as demandas dos jurisdicionados. Ele exercerá o cargo na Comarca de Araripe (distante 526 km da Capital).
Já o magistrado Raynes Viana de Vasconcelos, que irá para Reriutaba (a 309 km de Fortaleza), informou que a primeira providência será “realizar uma reunião com servidores e o diretor do fórum e ver quais são as demandas mais emergenciais”.
Helvecio Martins

0 comentários:

Postar um comentário