Ads 468x60px

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Grande Senador: Saída de Cristovam Buarque do PDT 'já era esperada', diz André Figueiredo


Ministro das Comunicações e Presidente do PDT do Ceará, André Figueiredo, quando recebia a comitiva de Aiuaba, formada pelo o pré-candidato a Prefeito Manoel Alencar, o Coordenador regional do Projeto Paulo Freire no Cariri Oeste, Silvio Pinto e empresarios da construção civil que estão investindo no Ceara.

Ministro das Comunicações, que é presidente do partido no Ceará, disse que o senador não vinha participando de reuniões partidárias. Após saída de Cristovam, deputados federais e estaduais devem se filiar ao PDT, diz o ministro das Comunicações
O ministro das Comunicações, André Figueiredo, disse em entrevista ao colunista José Maria Melo que a saída do senador Cristovam Buarque do PDT "já era esperada há algum tempo". 
"Ele não vinha de forma alguma participando de reuniões partidárias. Ele tem todo o direito de externar seus posicionamentos


Mas ele só estava fazendo isso através da imprensa. Existem instâncias partidárias em que ele pode externalos. Lamento se ele realmente sair, mas respeito", disse o ministro, que preside a sigla no Ceará. 

Helvecio Martins


Buarque irá deixar o partido para se filiar ao PPS na próxima quarta-feira (17), segundo informações do Blog do Camarotti. Após a saída do senador, o partido deve ganhar deputados estaduais e federais, diz Figueiredo.
"O PDT, hoje, é o maior partido do Ceará. Nós estamos com 68 prefeitos. A nossa meta é elegermos 80 a 100 prefeitos.E ao mesmo tempo estamos esperando a 'janela' para saber quantos parlamentares estaduais e federais virão para o PDT", afirmou.
Político havia negado troca de sigla

Em entrevista ao Diário do Nordeste em agosto de 2015, o senador afirmou que o PDT havia perdido o rumo, a personalidade e vendido a alma, mas que não deixaria  a sigla, pois acreditava que as outras legendas também não estavam livres dos mesmos problemas.

0 comentários:

Postar um comentário