Ads 468x60px

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Lindo projeto; Prefeitura autoriza obras de viaduto na Av. Aguanambi

A primeira etapa das alterações na Av. Aguanambi estão previstas para serem entregues no próximo mês de setembro.
O Prefeito Roberto Cláudio assinou, na noite desta sexta-feira (15), a ordem de serviços para início das obras na Avenida Aguanambi, o que inclui a construção de um viaduto, ligando a via à BR-116. A partir do próximo mês de fevereiro os condutores que passam pela Avenida Aguanambi já devem começar a notar o início das mudanças na via. A intenção é criar um corredor ligando o Centro ao bairro Messejana.

A primeira etapa das alterações na Av. Aguanambi estão previstas para serem entregues no próximo mês de setembro. A requalificação viária compreende o trecho entre a Av. Domingos Olímpio e o viaduto da Av. Borges de Melo.

O prefeito Roberto Cláudio considera a obra uma necessidade que já se estendia por vários anos, por conta do intenso fluxo de veículos diariamente na região. “Hoje, efetivamente, começamos uma obra esperada há muitas décadas. Desde quando foi realizada a própria Aguanambi, se aguardava a ligação do Centro com a BR. Com o aumento do fluxo de carros, e da demanda de ônibus, esse fluxo acabou sendo interrompido por alguns semáforos em torno da própria rotatória. E a via também, pelo próprio uso, foi ficando deteriorada, destruída”, colocou o prefeito.
Mudanças
Durante a primeira etapa de execução das obras, as vias não devem passar por desvios. A estrutura do viaduto será implantada, no canteiro central da Aguanambi, tomando, em alguns momentos, trechos que devem alcançar uma das faixas da avenida. Dessa maneira, o trânsito permanecerá seguindo o mesmo trajeto atual. Com a conclusão do viaduto, cujos trabalhos devem acontecer durante a noite, para diminuir os impactos no tráfego, os veículos já devem começar a utilizá-lo. 
As intervenções preveem ainda a reforma do canal existente na via, que terá 36% de sua extensão coberta para receber oito estações de ônibus. Cerca de 4 km de ciclovias serão implantadas junto às calçadas, que receberão paisagismo e pisos capazes de absorver 95% da água.

Helvecio Martins

0 comentários:

Postar um comentário