Ads 468x60px

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Correto e tem nome bom: PDT quer Moroni como vice de Roberto Cláudio

“O deputado federal Moroni Torgan seria um vice excelente na chapa do prefeito Roberto Cláudio, que vai postular a reeleição a que tem direito, nas eleições de outubro deste ano”, pontua.O Partido Democrático Trabalhista (PDT), que tem como prioridade reeleger o prefeito Roberto Cláudio, quer o deputado federal Moroni Torgan (DEM) como candidato a vice-prefeito. A informação é do ministro das Comunicações, André Figueiredo, que é presidente estadual da legenda no Ceará.
“Moroni, que é presidente do Democratas no Ceará, é imprescindível no nosso grupo político”, acrescenta. Contudo, segundo o ministro, Torgan pode não aceitar o desafio de compor a chapa como vice do prefeito Roberto Cláudio, tendo em vista que o parlamentar tem uma “atuação muito forte” na Câmara dos Deputados.
Alianças
Questionado sobre a concorrência no pleito e a importância de um grande arco de alianças para este ano, o ministro afirma que tem grandes expectativas de que RC seja reeleito. “O maior cabo eleitoral de Roberto Cláudio postulando a reeleição é o próprio trabalho que ele está desenvolvendo, o que, sem dúvidas, vai ser reconhecido pela população fortalezense”, pontuou.
Desde 2012, Moroni é próximo de RC. Ao disputar a Prefeitura naquele ano, Moroni obteve 172 mil votos. Após sofrer a derrota nas urnas na primeira etapa da disputa, decidiu apoiar Roberto Cláudio no segundo turno e participou ativamente dos atos de campanha na época. Nos bastidores, Moroni é um dos nomes cotados como pré-candidato para disputar a eleição em Fortaleza.
Difícil
De acordo com o deputado democrata João Jaime, único parlamentar a representar a legenda na Assembleia Legislativa, ainda não houve convite oficial por parte do PDT ao Moroni. “É um direito do PDT ter um quadro tão importante como o de Moroni como vice. Acho difícil, porque não sei se Moroni abriria mão do cargo de deputado federal, mas isso deve ser analisado”, afirmou.
Conforme João Jaime, a ideia deve ser conversada com a proximidade das eleições. “Vai depender do tipo de coligação que o PDT vai fazer. É natural que o ministro faça esse tipo de aceno, porque o prefeito deve tentar fazer uma coligação mais ampla possível”, pontuou.
E ainda
Ao ser questionado sobre as expectativas do democrata como vice, tendo em vista que o atual, Gaudencio Lucena (PMDB) segue “rompido” politicamente com o prefeito, desde a eleição ao Governo do Estado, João Jaime foi otimista com relação a RC. “A sua administração tem melhorado muito, e a aproximação vai depender das eleições”, respondeu.
Com informações do OE
PortaldoHelvecio

0 comentários:

Postar um comentário