Portal do Helvécio Martins

Ads 468x60px

Featured Posts

sábado, 25 de fevereiro de 2017

ACREDITE: Petrobras anuncia nova redução de preços da gasolina e diesel



A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (24) redução do preço do diesel em 4,8%, e da gasolina em 5,4%, em média, nas refinarias. Os novos valores começam a ser aplicados a partir deste sábado (25).
De acordo com a empresa, a decisão é explicada principalmente pelo efeito da valorização do real desde a última revisão de preços, pela redução no valor dos fretes marítimos e ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno.
"A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis com alta volatilidade. Os novos preços continuam com uma margem positiva em relação à paridade internacional, conforme princípio da política anunciada, e estão alinhados com os objetivos do plano de negócios 2017/2021", informou.
Segundo a empresa, como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor.
"Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores. Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode cair 3% ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina 2,3% ou R$ 0,09 por litro, em média", informou.
Os postos de gasolina repassam ao consumidor os custos de toda a cadeia do combustível. Além da gasolina pura comprada de refinarias, as distribuidoras também compram de usinas produtoras o etanol, que é misturado à gasolina que será vendida ao consumidor, em proporção determinada por legislação.
As distribuidoras, então, vendem a gasolina aos postos, que estabelecem o preço por litro que será cobrado do consumidor.

Última revisão



Desde outubro, a Petrobras pratica uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel cobrados nas refinarias. Na reunião anterior, realizada no dia 5 de janeiro, a Petrobras tinha aumentado o preço do diesel e mantido o da gasolina.
Na prática, o preço da gasolina e do diesel passou a flutuar como uma commodity no mercado nacional, alternando quedas e baixas, refletindo tanto os preços internacionais como também o câmbio e concorrência do mercado de distribuidores.
Na primeira reunião, em outubro do ano passado, a estatal reduziu em 3,2% o preço da gasolina e em 2,7% do diesel nas refinarias. No mês seguinte, fez uma nova redução na gasolina e diesel, respectivamente, de 3,1% e 10,4%.
Em dezembro, a empresa reverteu a tendência de queda e elevou os preços do litro da gasolina (8,1%) e diesel (9,5%). Na primeira reunião de 2017, no dia 5 de janeiro, a estatal manteve o preço da gasolina e elevou em 6,1% os valores cobrados pelo litro do diesel nas refinarias.

Preço médio fica igual

último levantamento anunciado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostrou que o preço médio da gasolina nos postos ficou praticamente estável na semana encerrada no dia 17 de fevereiro. Com isso, a redução de preços nas refinarias, anunciada no final de janeiro pela Petrobras, continua sem ser ser sentida pelos consumidores.
Segundo a pesquisa, o valor médio do litro da gasolina no país passou de R$ 3,754 na semana encerrada no dia 11 de fevereiro para R$ 3,758 no período entre os dias 12 e 17 de fevereiro. Na semana em que a Petrobras anunciou o reajuste, o preço médio estava em R$ 3,765. Em 3 semanas, o recuo foi de 0,19% ou de menos de 1 centavo por litro.

G1
Leia Mais...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O ARTISTA NASCIDO NA BEIRA DO POTI: De Crateús para o Mundo o melhor das americas



Chama-se Delalmeida Francisco DE Almeida nascido em Crateús. É considerado um dos melhores xilogravurista da America do Sul
" Vou ficar até depois da minha vida inteira Incandescente, todo iluminado voando ao seu lado.
Na escuridão do seu quarto. Nas lentidões das suas noites escuras. Te esperando abraçado com a sua solidão. Sou seu vaga-lume, o seu vaga...lume. "

Definição
Francisco de Almeida define a xilogravura como uma técnica fascinante de onde emergem inúmeras possibilidades. E o artista cearense tem o dom de extrair o máximo, e o melhor, desse processo que utiliza a madeira como matéria-prima. 

Etimologicamente, a palavra xilogravura é composta por duas expressões do grego: xilon e grafó, que significam madeira e gravar ou escrever, respectivamente.

A soma desses termos resulta em uma gravura feita com matriz de madeira, desenhada em um processo arcaico e similar a um carimbo, preservando sua essência e raízes culturais. No Nordeste, uma cultura ainda mais forte pela sua associação à literatura de cordel. 

Desde o século XIX, as ilustrações são utilizadas nas capas dos folhetos. Inclusive, no Brasil, a xilogravura é originária das oficinas tipográficas vinculadas à literatura de cordel, cujas raízes remontam aos cantadores nordestinos, o que fez florescer por aqui toda uma plêiade de xilógrafos criativos.

Portal do Helvecio
Leia Mais...

PRF faz operação no Ceará para coibir acidentes e infrações durante carnaval

Com o objetivo de reduzir acidentes, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta sexta-feira (24) a Operação de carnaval nas rodovias do Ceará. Durante a operação, os policiais rodoviários serão direcionados para locais que recebem maior fluxo de veículos durante o feriado prolongado. A ação da PRF seguirá até as 23h59 da Quarta-Feira de Cinzas, no próximo dia 1º.

Conforme a Polícia Rodoviária, a operação tem o objetivo de diminuir o número de acidentes graves, feridos e mortos durante o carnaval, período que tradicionalmente apresenta um aumento no fluxo de veículos. Os principais focos da fiscalização são aquelas rodovias que ligam cidades que recebem maior número de visitantes devido às festas carnavalescas.

A PRF informou que serão realizadas ações preventivas para a redução de acidentes relacionados aos casos de excesso de velocidade, ultrapassagem proibidas e alcoolemia ao volante. Ocorrências envolvendo motocicletas e ciclomotores são uma das preocupações da polícia, devido ao histórico de índice elevado de acidentes.

A PRF contará com todo o seu efetivo. Viaturas estarão equipadas com etilômetros para fiscalizar registros de embriaguez ao volante e radares para combater o excesso de velocidade.

G1/PortaldoHelvecio


Leia Mais...

Após 'desafio' a secretário, polícia faz operação no Parque Leblon, no Ceará

Operação foi realizada com o objetivo de reduzir roubos e furtos na região. Apesar da operação, nada de ilícito foi apreendido e ninguém foi preso.


Após o secretário de Segurança do Ceará responder à "provocação" de um internauta, a Polícia Militar intensificou nesta quinta-feira (23) a fiscalização no Bairro Parque Leblon, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. O secretário respondeu ao comentário e deu sinais de que poderia realizar uma operação de segurança no bairro.

A ação durou das 18h às 23h e foi realizada por militares, com uso de carros e motocicletas, além de uma base móvel da PM. Mais de 50 pessoas foram abordadas e outras dezenas de carros, motos, ônibus e vans foram vistoriados. A saturação se iniciou seguindo as diretrizes da Operação Passageiro Seguro e se estendeu pela região.
De acordo com o tenente coronel Giovane Martins, comandante de policiamento da área, a ação objetivou contribuir na redução roubos, furtos e homicídios. “Além de intensificar a presença policial na área”, destaca o comandante.
Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nada de ilícito foi apreendido e ninguém foi preso. Algumas notificações foram feitas por irregularidades administrativas encontradas em alguns veículos. Ainda segundo Giovane Martins, as ações de saturação na região continuam e visam coibir toda e qualquer ação criminosa.
Anotado
Na quarta-feira (22), um internauta desafiou o secretário, que respondeu ao comentário sobre o policiamento no Bairro Parque Leblon.
"Jurema é fácil! Quero ver entrar é no Parque Leblon, Caucaia. Local onde vários agentes de segurança são mortos e o tráfico reina." O secretário respondeu com um "Anotado" e em seguida recebeu mensagens de apoio de outros internautas.
"Delegado André Costa não brinca, papo com ele é sério", disse uma pessoa. "Parabéns, secretário, belíssimo trabalho", afirmou outro internauta na postagem no Facebook.
Portal do Helvecio

Leia Mais...

ASSALTO NO BOLSO DO CONSUMIDOR: Março terá bandeira amarela e cobrança extra na conta de luz, informa Aneel

Bandeira amarela foi necessária, segundo a agência, porque previsão de chuvas para o período está abaixo do esperado anteriormente; cobrança será de R$ 2 a cada 100 kWH consumidos.


Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (24) que os consumidores de energia voltarão a pagar taxa extra na conta de luz em março. A bandeira tarifária estava verde desde dezembro, ou seja, sem cobrança extra na conta.
Isso porque, no próximo mês, estará em vigor a bandeira tarifária amarela, o que significa a cobrança de R$ 2 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos.
"No mês de março a previsão das vazões que chegam nos reservatórios das hidrelétricas ficou abaixo da expectativa anterior, o que levou a indicação de maior geração termelétrica como medida para preservar os níveis de armazenamento e garantir o atendimento à carga do sistema", informou a agência.
O sistema das bandeiras tarifárias criou uma cobrança extra nas contas de luz que é aplicada sempre que o custo de geração de energia no país sobe. Isso acontece quando é necessário ligar mais usinas termelétricas, que geram energia mais cara.

Custo da geração de energia

O acionamento das bandeiras depende do custo de geração da energia, ligado ao acionamento das usinas térmicas.
Quando há pouca ou nenhuma necessidade de geração de energia por termelétricas, a bandeira fica verde e não há cobrança extra. Se essa necessidade aumenta um pouco, a bandeira fica amarela, e passam a ser cobrados R$ 2 dos consumidores a cada 100 kWh consumidos.
Quando o custo sobe muito, a bandeira, então, fica na cor vermelha e pode variar entre dois patamares. A cobrança extra nas contas de luz varia de R$ 3 a R$ 3,50 para cada 100 kWh usados.
g1/Portaldohelvecio
Leia Mais...